Futebol

Avaí bate o Vitória em confronto direto contra o Z-4

Neilton perde pênalti, e Avaí bate o Vitória em confronto direto contra o Z-4

Júnior Dutra marca o gol da equipe catarinense, que sobe para a 17ª posição e fica perto da saída da zona de rebaixamento. Vitória desce para a 19ª colocação

Na briga direta contra o rebaixamento, o Avaí levou a melhor sobre o Vitória. Na noite deste sábado, o time catarinense bateu o rival baiano por 1 a 0 no Barradão, em Salvador, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Júnior Dutra marcou o único gol da partida, que contou com 10.981 pagantes, para uma renda de R$ 165.389,00.

O triunfo faz o Avaí subir para a 17ª colocação, com 21 pontos, próximo da saída do Z-4. O Vitória, com 19 pontos, ocupa a 19ª posição do Campeonato Brasileiro.

O Vitória terá uma semana de preparação para a partida contra o líder Corinthians, marcada para o próximo sábado, em Itaquera. No domingo, o Avaí recebe o São Paulo na Ressacada em novo confronto direto para se afastar da zona de rebaixamento.

Na corrida contra o rebaixamento, os jogadores de Avaí e Vitória decidiram mostrar fôlego. Em primeiro tempo de pouca articulação e criatividade, a velocidade predominou nas ações ofensivas. Willians Santana e David foram os principais responsáveis por acelerar as jogadas. Mas, se sobrou rapidez, faltou pontaria. Principalmente para Neilton. Aos 26, o atacante rubro-negro teve a chance de abrir ao placar em cobrança de pênalti, mas isolou a bola. Minutos depois, ele recebeu passe açucarado de Santiago Tréllez e, de cara com o gol, finalizou em cima do goleiro Douglas Friedrich

A velocidade seguiu como principal característica dos dois times após o intervalo. E a falta de pontaria de Neilton também. O atacante rubro-negro finalizou para fora passe de Patric e chute por cima do gol após jogada de Danilinho. Enquanto o Vitória perdia chances, o Avaí precisou de apenas uma investida para balançar as redes. Júnior Dutra recebeu lançamento de Willians Santana, dominou com liberdade, driblou Fernando Miguel e chutou com estilo para abrir o placar. O gol abateu a equipe baiana, que não conseguiu esboçar reação. O time comandado por Claudinei Oliveira aproveitou para montar contra-ataques, mas não chegou a levar perigo à meta defendida por Fernando Miguel.

Os jogadores do Avaí reclamaram bastante do pênalti ocorrido no primeiro tempo. Ricardo Marques Ribeiro não viu a falta, mas foi alertado pelo auxiliar de linha de fundo e apontou a penalidade. Os atletas do Avaí questionaram a marcação, mas Douglas Friedrich atingiu claramente a coxa de David, e o árbitro utilizou as marcas das travas da chuteira do goleiro no atacante rubro-negro para justificar a decisão.

Se não houve do que reclamar do pênalti no primeiro tempo, o Avaí teve motivos para queixas na segunda etapa. Juninho, lateral do Vitória, tentou cortar lançamento, errou o domínio e tocou a bola com o braço dentro da área. Os jogadores do time catarinense questionaram Ricardo Marques Ribeiro sobre o lance, mas o árbitro não assinalou a penalidade e ainda puniu Betão e Simião com cartões amarelos por reclamação.

Você pode gostar

Deixe seu comentário