Agência Intera

Publicado em 02/01/2013 às 15h40:

Chacina no centro de Santos, SP, deixa três mortos e dois feridos

Responsáveis pelos tiros foram quatro homens em motocicletas.

(Foto: Lincoln Chaves/G1)

(Foto: Lincoln Chaves/G1)

Projéteis ficaram pelo chão em calçada de avenida de Santos, SP

Via em que crime ocorreu é conhecida por intenso tráfico de drogas.

Lincoln ChavesDo G1 Santos

Três homens foram assassinados a tiros em uma chacina na noite desta terça-feira (1) em Santos, no litoral de São Paulo. Outros dois rapazes foram atingidos e não correm risco de morrer. Ninguém foi preso.

O crime aconteceu por volta das 22h30 na altura do número 365 da avenida São Francisco, no bairro Paquetá, região central da cidade. De acordo com testemunhas, quatro homens em duas motocicletas, utilizando capacetes e roupas pretas, entraram na avenida e fizeram disparos em direção a um grupo que confraternizava na calçada da via, apontada pela Polícia Militar como conhecido ponto de tráfico de drogas na cidade. Havia crianças no local na hora do crime.

Segundo o boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Policial de Santos, os ajudantes Flávio da Silva, de 20 anos, e Leandro Gonçalves Santos, de 23, além do office-boy Rafael Portão dos Santos, também de 23 anos, foram levados para a Santa Casa de Santos no carro de uma das testemunhas, mas não resistiram aos ferimentos.

Sílvio Soares Siqueira não escondeu o abatimento com a perda do irmão Rafael. "Fiquei sabendo pela mãe dele. Estou muito abalado, desesperado. Vou ter que explicar a situação a mulher dele, mas não sei nem como falar com ela", lamentou, afirmando também que apesar de Rafael já ter antecedentes, o irmão não vinha recebendo nenhum tipo de ameaça.

Ainda de acordo com o documento policial, o servente José Silvestre Filho, de 34 anos, levou um tiro na perna esquerda, enquanto Antônio Marcelo da Silva, 30 anos e também servente, foi atingido na mão esquerda. Os dois foram atendidos no mesmo hospital e passam bem, mas segundo o boletim da PM, não reconheceram os responsáveis pelos tiros.

Fonte

Comentários do Facebook

Agência Intera