Política

Candidatos do Enem 2017 tentam curso superior e emprego qualificado após os 50 anos

05 enem ceara

Candidatos do Enem na Uece entram para o local de prova após abertura dos portões (Foto: Gioras Xerez/G1)

Candidatos realizam neste segundo dia de Enem provas de matemática, física, química e biologia.

Por Gioras Xerez, G1 CE

A segunda etapa do Enem 2017 começa neste domingo (12) com cerca de 260 mil candidatos no Ceará. Na Uece, maior concentração de candidatos do Enem no Ceará, o G1 conversou com candidatos com 50 anos ou mais que tentam trabalho qualificado e melhora no padrão de vida.

Eles têm dois empregos, cuidam de filhos e sobrinho, de quem recebem ajuda na hora dos estudos, e sonham com um curso superior e um salário melhor para garantir uma velhice mais confortável. Confira o relato dos candidatos.

O Enem é a principal forma de acesso para vagas na rede pública de ensino superior, passando até mesmo a ser aceito pela Universidade de São Paulo (USP) e em 27 instituiçoes de Portugal. Para o Ministério da Educação (MEC), é a segunda maior prova do tipo no mundo, só perdendo para o gao kao, prova de admissão ao ensino superior da China, com 9 milhões de candidatos.

05.1 enem ceara

Cláudia Nunes dos Santos, 50 anos, trabalha vendendo bombons e tenta Enem pela segunda vez (Foto: Gioras Xerez/G1)

Trabalho na madrugada antes da prova

A moradora do Parque São José Cláudia Nunes dos Santos, de 50 anos, é um exemplo de batalhadora que tenta um emprego melhor por meio de um curso superior. Atualmente ela tem dois emprego e trabalhou até 3h da madrugada na noite antes do Enem, mesmo assim, chegou cedo ao local de prova.

“Depois do trabalho só passei em casa e vim para a Uece, mas estudei bastante com ajuda da filha e estou confiante de que vou passar”, diz.

Alfabetizado para o Enem

05.2 enem ceara

Joaquim Lopes Araújo, candidato do Enem (Foto: Gioras Xerez/G1)

O cearense Joaquim Lopes Araújo quer tentar uma vida melhor se qualificando e tentando uma vaga no curso de administração. Ele conta que teve que começar do zero e aprendeu a ler e a escrever há seis anos. Neste ano, ele tenta o Enem pela terceira vez para tentar ingressar em um curso de administração.

“Estou nessa luta faz seis, sete anos. Nesse tempo terminei o fundamental e o ensino médio e agora tento o Enem. No ano passado eu quase passava, fiquei até surpreso, mas nesse ano vai dar certo, gostei muito da redação”, diz, confiante.

Incentivo dos filhos

05.3 enem ceara

Maria Lúcia Vasconcelos, 50 anos, recebeu apoio do filho e sobrinhos para estudar para o Enem (Foto: Gioras Xerez/G1)

Maria Lúcia Vasconcelos, 50 anos, contou com a apoio dos filhos e sobrinhos para voltar a estudar e tentar uma vaga em pedagogia. “Gostei do primeiro de provas, apesar dos textos longos”. Nesse domingo, o desafio é matemática, física, química e biologia.

“É a primeira vez que eu tento Enem. Sempre quis fazer a prova é não tinha coragem. Família foi quem deu força e estudei com sobrinhos e filhos. Muito bom e foi experiência boa.”

Você pode gostar

Deixe seu comentário